XVII Bienal Internacional do Livro do Rio faz homenagem a Mauricio de Sousa


A XVII edição da Bienal Internacional do Livro do Rio foi aberta nesta quinta-feira, dia 03 de setembro, com a presença de figuras ilustres da literatura brasileira. Na cerimônia de abertura, nomes como Ziraldo e Mauricio de Sousa estavam presentes na platéia e assistiram à cerimônia apresentada pelo ator Antonio Calloni.

Abertura da XVII da Bienal do Livro 2015 - Foto: Luiz Souza / Subúrbio RJ

Abertura da XVII da Bienal do Livro 2015 – Foto: Luiz Souza / Subúrbio RJ


O país homenageado nesta edição da Bienal do Livro é a Argentina, que foi representada na cerimônia de abertura. Há cada vez mais autores argentinos ganhando popularidade entre os livros vendidos no Brasil, e é a primeira vez que a Bienal do Livro do Rio faz homenagem a um país Sul Americano.

Durante a cerimônia de abertura, o cartunista Mauricio de Sousa foi homenageado com o Prêmio José Olympio, do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) acompanhado de sua filha Monica (que serviu de inspiração para a personagem da Turma da Monica) e das personagens Monica e Cebolinha.

About the Author

Luiz Souza
Fotojornalista criador do site Subúrbio RJ. O objetivo do site é compartilhar notícias e acontecimentos importantes da cidade do Rio de Janeiro e da região metropolitana do Rio. O foco principal do site é a divulgação de notícias relacionadas à cultura e eventos importantes para a cidade como o Jogos Olímpicos Rio 2016.

Be the first to comment on "XVII Bienal Internacional do Livro do Rio faz homenagem a Mauricio de Sousa"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*