“Senhoras do Calendário 2016” chega à 10ª edição relembrando brincadeiras de criança


Idealizado por Eduardo Araúju, em parceria com Circulando, da Secretaria de Desenvolvimento Social, o tradicional projeto resgata a simplicidade da infância na era da tecnologia

Senhoras do Calendario - Divulgação

Senhoras do Calendario – Divulgação

Brincar ao ar livre, encontrar os amigos, pular corda, soprar bolinhas de sabão, jogar peteca, embalar o balanço ou ainda brincadeiras na companhia das bonecas… Momentos simples e divertidos da vida de muitas crianças que o produtor cultural Eduardo Araúju, quer resgatar no “Senhoras do Calendário 2016”, projeto de inclusão social que comemora trajetória de 10 anos de sucesso com o tema Brincadeiras de Criança. O calendário será lançado, em 14 de outubro, quarta-feira, nos jardins do Museu Histórico Nacional, no Centro do Rio de Janeiro, em tarde de festa. Para adquirir gratuitamente, basta enviar um email para circ.senhorasdocalendario@gmail.com e enviar as informações solicitadas.

“A internet é primordial nos dias de hoje, não consigo me ver sem ela, mas nos foi tirado à inocência da infância, o convívio social de brincar com outras crianças, de se machucar na rua, de subir em árvores. Tudo é pela internet e elas acabam ficando muito solitárias. Minha intenção foi recordar a infância maravilhosa que tivemos onde as mínimas coisas, as mais simples, nos faziam felizes.”, destaca Eduardo Araúju, que convida a todos a voltarem a ser crianças.

Sempre com temas inovadores, o projeto social chamou atenção este ano ao trazer as modelos, formadas no curso ministrado por Araúju, nuas nas suas páginas. Esse era um desejo antigo do produtor, que se inspirou na comédia britânica Garotas do Calendário, lançado em 2003. “Como o calendário das garotas inglesas é nú, eu queria fazer igual. Mas como as modelos ficavam tímidas de fotografarem nuas, foi preciso criar uma relação de credibilidade e confiança.”, revela. Para 2016, Eduardo Araúju relembra momentos mágicos da infância trazendo brincadeiras infantis clássicas representadas por 14 lindas mulheres da melhor idade.

Gracinda da Silva Senna, de 67 anos, estampa a capa e a bela gaúcha Marilice Carrer, de 56, é a madrinha deste ano. Os clicks ficaram por conta dos fotógrafos Gal Oliveira e Filipe Menegoy. Antonio Monteyro e Dejair Gomes cuidaram do visagismo. O figurino de Carol Vieira fizeram nossas modelos voltarem à infância e Pablo Carranza é mestre na arte do cartum. Tudo isso com co-produção de Vida Pinheiro. A idealização e produção geral são assinadas por Eduardo Araújo.

Todo o trabalho é dedicado ao Projeto Circulando, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social da Prefeitura do Rio de Janeiro, onde crianças, adolescentes, adultos e idosos, em situação de vulnerabilidade social, são acolhidos nas unidades de reinserção social da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS). O Circulando e as Senhoras do Calendário estão em uma parceria de sucesso desde 2014, em que foram homenageados os idosos acolhidos, e neste ano, as crianças que participam do projeto serão contempladas.

Ficha Técnica:
Fotografia: Gal Oliveira e Filipe Menegoy
Visagismo: Antonio Monteyro e Dejair Gomes
Figurino: Carol Vieira
Arte do Cartum: Pablo Carranza
Produção Geral: Eduardo Araúju
Co-produção: Vida Pinheiro e idealização

About the Author

Luiz Souza
Fotojornalista criador do site Subúrbio RJ. O objetivo do site é compartilhar notícias e acontecimentos importantes da cidade do Rio de Janeiro e da região metropolitana do Rio. O foco principal do site é a divulgação de notícias relacionadas à cultura e eventos importantes para a cidade como o Jogos Olímpicos Rio 2016.

1 Comment on "“Senhoras do Calendário 2016” chega à 10ª edição relembrando brincadeiras de criança"

  1. Participar de um Projeto que tem por foco oferecer um pouco a quem nada tem e receber tantos benefícios só o Senhoras do Calendário.
    Ganhamos no crescimento, amadurecimento, consciência que nos leva a melhoria interior,por isso ele é vencedor.
    Vida Pinheiro
    modelo maturidade

Leave a comment

Your email address will not be published.


*