Responsáveis por 5 supermercados são detidos pelo Procon Estadual


Fiscais do Procon Estadual descartam uma tonelada e meia de alimentos. Ação é realizada em conjunto com a Delegacia do Consumidor.

Procon no supermercado Extra da Vila Valqueire - Foto: Divulgação / Procon

Procon no supermercado Extra da Vila Valqueire – Foto: Divulgação / Procon

Responsáveis por cinco supermercados são detidos na Operação Secos e Molhados do Procon Estadual.

O Procon Estadual realizou nesta sexta-feira (20/03) uma nova ação da Operação Secos e Molhados, que tem o foco na fiscalização de supermercados. Desta vez a ação foi realizada nas Zonas Norte e Oeste do Rio de Janeiro em conjunto com a Delegacia do Consumidor (Decom). Todos os nove supermercados vistoriados eram alvos de denúncias e foram autuados. Os responsáveis por cinco deles foram detidos e encaminhados para a Delegacia do Consumidor. No total, foram descartados 1496kg e 012g de alimentos impróprios ao consumo. Em apenas um deles – a filial dos Supermercados Guanabara de Bento Ribeiro –, os fiscais descartaram 948kg de carnes. A padaria de um supermercado e uma câmara frigorífica de outro foram interditados.

Devido a produtos armazenados que estavam impróprios para o consumo, os responsáveis pelas filiais do Supermercado Guanabara, em Bento Ribeiro; Multimarket, na Praça Seca; Prezunic do Campinho; Extra, em Vila Valqueire; e Novo Mundo, de Ricardo de Albuquerque foram detidos e conduzidos à Delegacia do Consumidor, na Cidade da Polícia, no Jacarezinho.

O caso mais grave entre os estabelecimentos autuados foi o da filial do Supermercado Guanabara da Estrada Intendente Magalhães, em Bento Ribeiro, onde foram descartados 948kg de carnes impróprias ao consumo. Os fiscais determinaram que os palets de madeira da câmara frigorífica sejam trocados por palets de plástico. Também determinaram que cortinas sejam instaladas na entrada das câmaras para impedir presença de insetos. Havia produtos armazenados diretamente no piso da câmara, com funcionários andando sobre eles.

No supermercado Multimarket, de Praça Seca, os fiscais descartaram mais de 230kg de alimentos impróprios ao consumo, entre massas, carnes, doces, frios e conservas. A padaria do local foi interditada. Os agentes definiram 15 dias para que o estabelecimento melhore as condições de limpeza do açougue. Caso isso não ocorra, ele será interditado.

Já o Supermercado Prezunic, no Campinho, armazenava cerca de 120 kg de alimentos impróprios ao consumo, entre eles carnes e legumes estragados. No supermercado Extra, localizado na Vila Valqueire, os fiscais encontraram péssimas condições de higiene e a presença de moscas entre os produtos armazenados na câmara resfriada. Os fiscais interditaram a câmara, que só poderá voltar a funcionar após a instalação de portas. No estabelecimento os fiscais descartaram 84kg de alimentos.

Balanço da Operação Secos e Molhados

1 – Novo Mundo (Rua Marechal Alencastro, 2001- Ricardo de Albuquerque): Havia na área de manipulação do açougue: 27kg e 600g de carne vencidos. Na área de estoque da padaria: 4kg e100g de cobertura e recheios de frutas e 4kg de cobertura de kiwi. Sem informação: 3kg e 800g de queijo muçarela encontrado na câmara frigorifica. Encontrados 86 ovos de galinha com ovos de larvas na área de manipulação da padaria. Dado prazo de 48 horas para apresentação do certificado de dedetização na sede do Procon. O gerente e o encarregado pelo açougue foram encaminhados para delegacia, presos em flagrante.

2 – Supermercado Mundial (Rua Candido Benício, 1173 – Praça Seca): Produto sem especificação: 2kg e 200g de acém. Não havia nas gôndolas o produto (azeite) em promoção indicada no encarte. Promoção com diferença de R$0,01 no desconto total. (Leve 6 e pague 5 mates e leve 3 e pague 2desodorantes).

3 – Big Market Mercados – Supermarket (Estrada S. Pedro de Alcântara, 214 – Deodoro): Produtos vencidos 5kg e 200g mortadela; 2 kg queijo prato. Produtos sem especificação de validade na câmara fria: 264 g de queijo minas; 12kg de aparas de carnes diversas; 2 kg muçarela presunto. Produtos expostos na área de venda: 9kg e 495g de carne moída. Produtos sem especificação na área de venda: 8kg e 545g de linguiça e 4kg e 68g carne de porco. Ausência do cartaz do Disque 151. Ausência do Livro de Reclamações Falta de banheiro público. Pisos quebrados na área açougue e base dos balcões com ferrugem.

4- Extra (Rua das Rosas, 52 – Vila Valqueire): Sem especificação: 5 kg de linguiça calabresa. O produto estava com informação dúbia na embalagem, ou seja, contavam duas temperaturas para armazenamento. O fabricante também será notificado. Impróprios para consumo encontrados em câmara fria: 35 kg de bacalhau; 26kg de carne seca; 5kg de lombo; 2kg e 500g de linguiça mista fina. Na área de venda: 6kg e 500g de linguiça. Produtos com a validade expirada encontrados na padaria: 2kg e 500g de massa de pizza e 1kg e 500 g de geleia pronta. Câmara resfriada interditada devido a péssimas condições de higiene, além da ausência de porta e a presença de moscas. O gerente foi conduzido à DP. Ausência do Livro de Reclamações.

5- Prezunic (Rua Candido Benício, 20 – Campinho): Produtos vencidos: 20 kg de Mini Pizza. Produtos impróprios para consumo em estoque: 500g pepperoni com fungos,11kg de batata e 5kg de abóbora em decomposição, 38kg de picanha bovina descongelada. Sem especificação em estoque: 500g massa de pizza e 1 kg fígado. Sem especificação na área de vendas: 1kg e 500g aparas de frios. Embalagem violada na área de vendas: 7kg de pernil sem osso, 6kg de coração de frango, 316g de gengibre e 1Kg de coxinha da asa.

6- Extra (Rua João Vicente, 1335 – Bento Ribeiro): Produto impróprio para consumo encontrados na área de estoque: 9kg e 890 g de costela com aparência esverdeada e odor desagradável. Produtos vencidos:4 kg de mistura para bolos e 250 g de bacon. Peixe sendo manipulado pelo próprio consumidor no balcão de vendas. Ausência do Livro de Reclamações.

7 – Supermercado Extra (Praça Barão da Taquara, 51 – Jacarepaguá): Ausência do Livro de Reclamações. Produtos vencidos: 10kg linguiça, 1kg e 200g de azeitona.

8 – Multimarket (Rua Barão, 408 – Praça Seca): Produtos vencidos: 2kg de massa bolo dona benta, 9 litros de leite sabor chocolate; 3kg de maionese; 8kg de doce de goiaba; 2kg de tender; 4kg e 800g de doce de ameixa; 5kg de coração de frango; 4kg e 200g de costela; 24kg de café. Sem especificação: 2kg de chantilly; 3kg de massa pizza; 4kg e 700g de carne moída no açougue; 135kg de recheio de bacalhau e frango; 1kg de cereja em calda; 33kg e 500g de pizza, na área de vendas que deveriam estar em local refrigerado a 12° e estavam descongelados. Padaria interditada. Prazo de 15 dias para melhoria das condições de limpeza do açougue sob pena interdição. Gerente encaminhado à DP.

9 – Supermercados Guanabara (Estrada Intendente Magalhães,1236 – Bento Ribeiro): Produtos impróprios: carnes com coloração esverdeada e odor pútrido. Havia 51kg de carne bovina em bandejas na área de vendas; 556 kg de carne bovina na câmara com presença de moscas; 40kg de linguiça e 301kg de carne seca, desprotegidos contra poeira, insetos com manuseio direto pelos consumidores. Paletes de madeira na câmara, determinada a instalação de cortinas na entrada das câmaras frigoríficas para impedir entrada de insetos. Produtos armazenados diretamente no piso da câmara e funcionários andando sobre as carnes.

About the Author

Luiz Souza
Fotojornalista criador do site Subúrbio RJ. O objetivo do site é compartilhar notícias e acontecimentos importantes da cidade do Rio de Janeiro e da região metropolitana do Rio. O foco principal do site é a divulgação de notícias relacionadas à cultura e eventos importantes para a cidade como o Jogos Olímpicos Rio 2016.

Be the first to comment on "Responsáveis por 5 supermercados são detidos pelo Procon Estadual"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*