Pista de BMX do Complexo Esportivo de Deodoro já está pronta


Jovens atletas fazem os primeiros testes da pista de BMX de Deodoro. Foto: Luiz Souza

Jovens atletas fazem os primeiros testes da pista de BMX de Deodoro. Foto: Luiz Souza

A Prefeitura do Rio apresentou neste domingo (30/08/2015) a pista de BMX que desafiará os melhores atletas da modalidade nos Jogos de 2016. Após o evento, não só atletas de alto rendimento poderão treinar no equipamento, que integrará o Parque Radical, mas também 1,5 milhão de pessoas de 10 bairros e três municípios vizinhos terão a possibilidade de se aventurar nas ondulações do circuito profissional. O Parque Radical terá ainda uma pista de BMX para iniciantes. Construída no Complexo Esportivo de Deodoro, a pista com percursos de 350 metros (circuito feminino) e 400 metros (circuito masculino), ocupa área de cerca de 4 mil m².

Eduardo Paes e Carlos Arthur Nuzman apresentam a pista de BMX do Complexo Esportivo de Deodoro. Foto: Luiz Souza

Eduardo Paes e Carlos Arthur Nuzman apresentam a pista de BMX do Complexo Esportivo de Deodoro. Foto: Luiz Souza

Apesar de a estreia da pista de BMX só acontecer oficialmente no dia 3 de outubro – quando são esperados 96 atletas de 30 países para o Desafio Internacional de BMX que será o evento-teste da modalidade –, o circuito já está concluído. O projeto foi elaborado pelo escritório de arquitetura Vigliecca & Associados com a consultoria da empresa Elite Trax, a mesma que construiu a pista de BMX dos Jogos Olímpicos de Pequim (2008), quando o esporte estreou nos Jogos Olímpicos, e para o Pan-Americano de 2015, em Toronto. Tom Ritzenthaler, presidente e fundador da Elite Trax, é o responsável pelo projeto e construção da pista. O especialista chega a pilotar pessoalmente os tratores para a execução de seus projetos.

A pista de BMX dos Jogos Rio 2016 foi projetada considerando a situação topográfica e os ventos predominantes, características que podem interferir na performance dos atletas, e confeccionada em saibro com asfalto de massa extremamente fina nas curvas. As ondulações foram colocadas com intervalos de 10 metros para dar opções de percurso ao atleta, como saltar de 10 metros em 10 metros com velocidade maior e mais risco ou seguir o traçado sempre no solo, com velocidade menor e mais segurança. São obstáculos para saltos triplos, duplos, os chamados 2 table tops (ondulação que tem o topo plano), e a “seção de ritmo” – sequência de saltos e obstáculos curtos que permitem ao ciclista dar ritmo e fluxo na última reta para a chegada. Para fixar e impermeabilizar a pista no solo foi usada uma substância importada chamada soil tack.

A rampa de largada, diferentemente de outras pistas de BMX pelo mundo, foi construída em caráter permanente, forrada de madeira e acabamentos como adesivos antiderrapantes. Entre as pistas foi utilizada grama sintética em áreas íngremes, para evitar a erosão. Ao redor da instalação, em áreas de suporte, foi utilizada grama natural. O circuito contará com uma arquibancada temporária com 7.500 lugares, que será instalada mais próxima dos Jogos, por uma questão de economia de recursos.

PARQUE RADICAL DE DEODORO

Testes da pista de BMX do Complexo Esportivo de Deodoro. Foto: Luiz Souza

Testes da pista de BMX do Complexo Esportivo de Deodoro. Foto: Luiz Souza

Em julho de 2014, a Prefeitura do Rio iniciou as obras do Complexo Esportivo de Deodoro. O local será sede de 11 modalidades olímpicas e quatro paralímpicas e, como recebeu os Jogos Pan-Americanos de 2007 e os Jogos Mundiais Militares de 2011, já tinha 60% das áreas de competição permanentes construídas. As intervenções são coordenadas pela prefeitura e realizadas com recursos do Governo Federal. Após os Jogos, a pista de BMX, assim como o circuito de canoagem slalom, fará parte do Parque Radical, que ficará de legado esportivo e social para a região. Com quase 500 mil metros quadrados, o Parque Radical terá uso combinado como centro de treinamento para atletas de alto rendimento e lazer da população, em uma região com poucas opções para a prática de atividades ao ar livre e grande concentração de população jovem. O parque vai oferecer opções variadas de recreação e prática esportiva – incluindo uma ciclovia – e será a segunda maior área de lazer da cidade, atrás apenas do Parque do Flamengo.

Localizado na divisa da Zona Norte com a Zona Oeste, Deodoro reúne grande quantidade de instalações do Exército e se encontra na área com a maior concentração de jovens da cidade e onde não há muitas opções de lazer. Cercado pelos bairros de Anchieta, Campo dos Afonsos, Deodoro, Guadalupe, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Parque Anchieta, Realengo, Ricardo de Albuquerque e Vila Militar, o Complexo de Deodoro faz limite com três municípios populosos da Região Metropolitana do Rio – Nilópolis, Nova Iguaçu e Mesquita –, que também vão se beneficiar do legado que os Jogos deixarão no Parque Radical.

Pista olímpica de BMX faz parte do Parque Radical de Deodoro. Foto: Luiz Souza

Pista olímpica de BMX faz parte do Parque Radical de Deodoro. Foto: Luiz Souza

O planejamento para o aproveitamento pleno do Parque Radical, que nos Jogos receberá as competições de canoagem slalom, BMX e mountain bike, divide a área em quatro setores, de acordo com o perfil de cada um. No setor 1, onde ficam o circuito de canoagem slalom e a pista de BMX, a ideia é fazer uso combinado do público e dos atletas de alto rendimento. A pista olímpica de BMX permanecerá, com suas ondulações desafiadoras para os melhores praticantes de bicicross do mundo. No terreno ao lado, serão instaladas quadras poliesportivas. Nos outros setores do parque haverá trilhas ecológicas, equipamentos de ginástica, quiosques, mirante, minipista de mountain bike, ciclovia, pista de skate, além de uma Nave do Conhecimento, uma Clínica da Família e equipamentos de educação ambiental.

About the Author

Luiz Souza
Fotojornalista criador do site Subúrbio RJ. O objetivo do site é compartilhar notícias e acontecimentos importantes da cidade do Rio de Janeiro e da região metropolitana do Rio. O foco principal do site é a divulgação de notícias relacionadas à cultura e eventos importantes para a cidade como o Jogos Olímpicos Rio 2016.

Be the first to comment on "Pista de BMX do Complexo Esportivo de Deodoro já está pronta"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*