Festival Internacional de Compositores de Hoje – Centro Cultural da Justiça Federal 18 a 23 de novembro


Festival Internacional Compositores de Hoje chega a sua 2º edição reunindo obras de 30 autores mundiais

Festival Internacional de Compositores de Hoje - Foto: Divulgação

Festival Internacional de Compositores de Hoje – Foto: Divulgação

Entre os dias 18 e 23 de novembro, no Centro Cultural da Justiça Federal, a música contemporânea de 13 países será executada por intérpretes como a violinista islandesa Eva Ingolf, os americanos do Mélomanie e os brasileiros Udi Cello Ensemble e Pedro Bittencourt

O Festival Internacional Compositores de Hoje realiza sua segunda edição em 2014, entre 18 e 23 de novembro, sempre às 19h, no Centro Cultural da Justiça Federal, no Centro, com uma novidade: a participação de intérpretes internacionais. Produzido e concebido pelo também compositor Sergio Roberto de Oliveira, o Festival cria uma oportunidade única para a plateia do Rio de Janeiro, mostrando obras de compositores vivos de várias partes do mundo e promovendo ainda um importante intercâmbio entre compositores e intérpretes. Serão apresentadas obras de 30 autores de 13 países: Argentina, Austrália, Brasil, Colômbia, Escócia, Espanha, Estados Unidos, Grécia, Islândia, Itália, México, Inglaterra e Portugal. Do Brasil, serão ouvidas obras de compositores de cinco estados diferentes.

No dia 18, terça, o festival irá abrir com uma mesa redonda com compositores, aberta ao público, em uma conversa informal e descontraída sobre a situação da música de hoje: o que se tem conquistado e os desafios pela frente.

Os concertos se iniciam na quinta-feira, dia 20 de novembro, com o pré-lançamento do CD “Enlarge Your Sax”, do saxofonista brasileiro Pedro Bittencourt, tocando música eletroacústica. O músico carioca é professor e pesquisador dedicado à música de concerto e já se apresentou em diversos festivais no Brasil, França, Alemanha, Suíça, Portugal, Espanha, Grécia, Eslovênia, Canadá, México, Cuba e China. Fundador, diretor e saxofonista do ABSTRAI ensemble, foi Artista residente no ZKM, Instituto de Música e Acústica em Karlsruhe, Alemanha, onde gravou o CD ENLARGE YOUR SAX pelo label Wergo.
“ENLARGE YOUR SAX é fruto das minhas colaborações de longo prazo com compositores, iniciadas durante residências artísticas no ZKM, em Karlsruhe, Alemanha. As peças reunidas nesse concerto são para sax e computador (música mista). Elas foram trabalhadas, na maioria estreadas e todas gravadas no ZKM_Cube, o estúdio de gravação e sala de concertos do ZKM | Centro de Arte e Mídia Karlsruhe, entre 2007 e 2013. O CD ENLARGE YOUR SAX estará à venda em 2014 pelo selo alemão Wergo, edição ZKM Electronic.

Na sexta, dia 21, será a vez da renomada violinista islandesa Eva Ingolf, ganhadora do prêmio New York Women Composers 2014 e reconhecida por suas interpretações definitivas de obras solo de J. S. Bach. Oriunda de uma família musical, seu pai, Ingólfur Guðbrandsson, estreou muitas das grandes obras corais na Islândia e seis de seus irmãos são músicos profissionais que tem contribuído para a alta qualidade musical em seu país. Eva Ingolf vive atualmente em Nova York.

Com interpretações muito influenciadas pelas escolas de violino russas e do leste europeu, ao longo de sua carreira Eva tem dado inúmeros recitais solo em renomadas salas de concerto na Islândia, Japão, EUA, Rússia e Europa, incluindo apresentações regulares no Weill Recital Hall no Carnegie Hall, na Trinity Church em New York City e na Corcoran Gallery of Art em Washington D.C, sendo aclamada por público e crítica. Ela lançou dois conceituados CDs pelo selo Lápis além de ter gravado para a Rádio estatal Islandesa.

No sábado, dia 22, o grupo americano Mélomanie vai lançar no Brasil o seu CD “Excursions”, interpretando Música Contemporânea em instrumentos de música antiga. A palavra france “Mélomanie” significa mania de música que também pode ser traduzida como o amor pela música. Em seus concertos, o Mélomanie apresenta pares provocativos de obras antigas e contemporâneas em instrumentos do período barroco, em colaborações criativas com intérpretes e compositores convidados. Seu repertório contemporâneo traz obras dos séculos XX e XXI, incluindo estreias mundiais escritas especialmente para o grupo. Eles se apresentam em uma série de concerto no Delaware Center for the Contemporary Arts em Wilmington, Delaware.

Este concerto marca o lançamento do CD “Excursions” na América do Sul. “Escolhemos o título Excursions porque as peças levam o ouvinte a diferentes viagens”, afirma a Tracy Richardson. Kimberly Reighley concorda: “Cada peça tem seu sabor e linguagem musical próprios. Algumas peças são escritas para instrumentos barrocos e outras para instrumentos modernos”.

Encerrando a programação, no domingo, dia 23, o octeto de violoncelos de Uberlândia Udi Cello Ensemble interpreta um vasto repertório com obras de Alexandre Schubert, Caio Senna, Liduino Pitombeira, Dimitri Cervo, Beetholven Cunha, dentre outros. O Udi Cello Ensemble é dirigido por Kayami Satomi, professor de violoncelo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Criado em 2009, o ensemble inclui em seu repertório obras nacionais e contemporâneas, sendo mais de 20 estreias mundiais, em sua maioria obras dedicadas ao grupo. Sua trajetória é marcada por parcerias com diversos músicos, estilos musicais e artistas. Por sua distinta formação e repertório exclusivo, o grupo tem sido convidado a se apresentar em importantes festivais e movimentos artísticos no Brasil, dos quais destacam-se: Encontro de Violoncelos de Porto Alegre, Festival de Cordas Nathan Schwartzman (Uberlândia), 3 anos consecutivos no MUDANTE (Festival de Música Dança e Teatro de Uberlândia), Rio International Cello Encounter, Bienal de Música Contemporânea e na série “Prelúdio 21 – Música do Presente”. Em 2012, o UDI Cello Ensemble realizou mais de 35 concertos, apresentando-se em sete estados brasileiros. Em 2013, conquistou o 1° Lugar do Concurso “Segunda Musical”, realizado em Belo Horizonte e o 3° Lugar no 3° Concurso do 51° Festival Villa-Lobos, realizado no Rio de Janeiro. O UDI Cello Ensemble foi o único grupo brasileiro no Festival International de Musique Universitaire – FIMU em Belfort, França, em 2013.

Serviço:
2o Festival Internacional Compositores de Hoje
Local – Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241)
Preço: R$10,00
Censura: Livre
Horário:19h

About the Author

Luiz Souza
Fotojornalista criador do site Subúrbio RJ. O objetivo do site é compartilhar notícias e acontecimentos importantes da cidade do Rio de Janeiro e da região metropolitana do Rio. O foco principal do site é a divulgação de notícias relacionadas à cultura e eventos importantes para a cidade como o Jogos Olímpicos Rio 2016.

Be the first to comment on "Festival Internacional de Compositores de Hoje – Centro Cultural da Justiça Federal 18 a 23 de novembro"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*