Carlos Arthur Nuzman é preso pela PF no Leblon


O presidente do COB – Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman foi preso pela Polícia Federal em sua casa luxuosa no Jardim Pernambuco, no Leblon, área nobre da zona sul do Rio de Janeiro.

Carlos Arthur Nuzman foi preso – Foto: Luiz Souza

O mandado de prisão temporária contra Carlos Nuzman foi expedido pelo Juiz Marcelo Bretas. A prisão faz parte da operação Unfair Play, um desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. O motivo do pedido de prisão teria sido uma suposta tentativa de ocultação de patrimônio.

A ação investiga uma suposta compra de jurados durante a eleição que escolheu o Rio de Janeiro como cidade sede dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Os agentes da Polícia Federal também realizaram a prisão de Leonardo Gryner, diretor-geral de operações do Comitê Rio 2016. A prisão ocorreu no bairro de Laranjeiras.

As investigações foram aprofundadas a partir de março, quando o jornal Francês Le Monde publicou uma denúncia de que três dias antes da escolha da cidade, houve pagamento de propina a dirigentes do COI – Comitê Olímpico Internacional. Desde o mês passado o Ministério Público Federal pediu o bloqueio de até R$ 1 bilhão do patrimônio de Carlos Arthur Nuzman, do empresário Arthur Cesar Soares de Menezes Filho, conhecido como Rei Arthur e de Eliane Pereira Cavalcante, que era sócia do empresário. O objetivo do bloqueio é reparar possíveis danos causados pelo trio devido à proporções mundiais da acusação.

About the Author

Luiz Souza
Fotojornalista criador do site Subúrbio RJ. O objetivo do site é compartilhar notícias e acontecimentos importantes da cidade do Rio de Janeiro e da região metropolitana do Rio. O foco principal do site é a divulgação de notícias relacionadas à cultura e eventos importantes para a cidade como o Jogos Olímpicos Rio 2016.

Be the first to comment on "Carlos Arthur Nuzman é preso pela PF no Leblon"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*